Relato de Viagem de 5 dias – França – Paris


A cidade de Paris é a mais populosa da Europa e é um destino obrigatório se você vai para Europa. É a capital mais visitada do mundo e muitos também a julgam como uma das menos acolhedoras. Tivemos a oportunidade de ficar 5 dias em Paris e este tempo foi razoável para conhecer as principais atrações da cidade.

Como Chegar em Paris?

Você consegue chegar através de via aérea ou terrestre. Do Brasil existem vôos diretos da TAM ou KLM que te deixam no Aeroporto Internacional Charles de Gaulle, 20km a nordeste da capital francesa. Uma vez dentro do aeroporto, você consegue se deslocar para o seu destino de maneira barata e fácil através do sistema RER da linha B que passa em várias estações que possuem diversas conexões com linhas de metrô. Se você precisar de mais informações sobre o metrô, fizemos um post sobre isso e você pode acessar aqui. Há também opções de ônibus das linhas 350 e 351 ou ainda um shuttle chamado do RoissyBus que te deixa na Paris Opera. Neste link você encontra mais informações sobre cada uma das opções.

Se você já estiver em solo europeu, vale a pena buscar por opções de trem. A malha ferroviária é ampla, há diversas estações centrais e muitos trens modernos que atingem mais de 300km/h. A opção de passagem de trem depende da quantidade de países que você quer visitar. Como fomos apenas de Amsterdam para Paris, compramos uma passagem avulsa do trem de alta velocidade Thalys que faz os trechos da Alemanha, Holanda, Bélgica e França. A reserva foi feita pelo site por um valor de R$ 230,00.

A viagem de Amsterdam (estação Amsterdam Centraal) para Paris (estação Gare du Nord) durou um pouco mais de 3 horas em uma poltrona bem confortável. Algumas linhas de metrô e RER já atendem a estação Gare du Nord e você consegue chegar ao seu destino tranquilamente através deste sistema.

Gare du Nord

Gare du Nord

Primeiro Dia – Champ de Mars e Torre Eiffel

Logo no primeiro dia visitamos um dos símbolos de Paris: Torre Eiffel. Este é o edifício mais alto da cidade e o monumento pago mais visitado do mundo. A torre foi nomeada em homenagem ao seu projetista, o engenheiro Gustave Eiffel. Ela possui 324 metros de altura e tem três níveis para os visitantes. Os preços variam para cada um dos níveis e o último deles só pode ser acessado por elevador. Em frente à Torre Eiffel fica a Champ de Mars que é uma das maiores áreas verdes de Paris e é um ótimo lugar para relaxar ao ar livre observando o monumento.

Você pode ler aqui nosso post que fala sobre como visitar a Torre Eiffel e comprar seu ticket com antecedência.

Champ de Mars

Champ de Mars

Segundo Dia – Museu do Louvre, Arc de Triomphe du Carrousel, Catedral de Notre-Dame

No segundo dia visitamos o Museu do Louvre que é um dos maiores e mais famosos museus do mundo. Possui a Mona Lisa, a Vitória de Samotrácia, a Vénus de Milo, enormes coleções de artefatos do Egito antigo e da civilização greco-romana. A sua entrada principal possui as Pirâmides do Louvre que é uma estrutura construída em vidro e metal, rodeada por três pirâmides menores, no pátio principal do Palácio do Louvre.

Você pode ler aqui nosso post que fala sobre a visita ao Museu do Louvre e as suas obras mais importantes.

Pirâmides do Louvre

Pirâmides do Louvre

Uma característica da cidade de Paris é a simetria. Do lado oposto das Pirâmides do Louvre você poderá conhecer o Arc du Triomphe du Carrousel e o Jardin des Tuileries. O primeiro é um monumento datando de 1809, construído por Napoleão Bonaparte. Já o segundo é um jardim público que fica entre a Place du Carrousel e Place de la Concorde, onde tem início a Champs Élysées.

Arc du Triomphe du Carrousel

Arc du Triomphe du Carrousel

 Jardim das Tulherias

Jardim das Tulherias

Desta região pegamos o metrô Tuileries (Linha 01) em direção à estação Cité (Linha 04). A estação Cité está localizada em um ilha dentro da cidade e é a estação de metrô mais perto da Catedral de Notre-Dame. Esta catedral possui um estilo gótico e é uma das mais antigas catedrais francesas neste estilo. O nível de detalhe surpreende, principalmente olhando para os 3 portais que tem na fachada desta catedral. Você pode visitar o interior da catedral e também subir nas suas torres para ter uma das vistas mais bonitas de Paris.

Você pode ler aqui nosso post que fala sobre a subida às torres da Catedral de Notre-Dame.

Catedral de Notre Dame

Catedral de Notre Dame

Terceiro Dia – Palácio dos Inválidos, Pont Alexandre III, Champs-Élysées, Arco do Triunfo, Basílica de Sacre-Coeur

Se você gosta de história da guerra, você não pode deixar Paris sem visitar o Palácio dos Inválidos. Este é um enorme monumento e sua construção foi ordenada por Luís XIV, em 1670, para dar abrigo aos inválidos dos seus exércitos. Hoje ele continua acolhendo os inválidos e é sede de vários museus relacionados à guerra. Além disso, é também o lugar em que Napoleão Bonaparte está sepultado.



Vai Viajar? Faça seu Seguro Viagem com Desconto. Seguro viagem geral 728x90

Você pode ler aqui nosso post que fala sobre a visita ao Palácio dos Inválidos e a tumba de Napoleão Bonaparte.

Palácio dos Inválidos

Palácio dos Inválidos

Fomos a pé do Palácio dos Inválidos ao Arco do Triunfo, passando pela belíssima Pont Alexandre III e pela emblemática Avenida Champs-Élysées. A Champs-Élyséés é uma das avenidas mais conhecidas de Paris e do mundo. Seu entorno está repleto de cinemas, cafés e lojas luxuosas e ela termina na Praça Charles de Gaulle onde está localizado o Arco do Triunfo. Uma outra opção é combinar a ida ao Arco do Triunfo com a visita ao Museu do Louvre.

Você pode ler aqui nosso post que fala sobre opções de roteiro para visitar a Champs-Élysées e o Arco do Triunfo a partir do Palácio dos Inválidos ou Museu do Louvre.

Champs-Élysées

Champs-Élysées

Pegamos o metrô para terminar o dia vendo o pôr-do-sol na Basílica de Sacré-Coeur ou Basílica do Sagrado Coração. Esta basílica fica no bairro de Montmartre e é o ponto mais alto da cidade de Paris. Para subir na basílica você pode ir andando pela escadaria ou pegar o Funiculaire de Montmartre. Seja qual for a maneira que você irá subir, a vista panorâmica da cidade é recompensadora.

Você pode ler aqui todo nosso post que fala sobre a visita à Basílica de Sacré-Coeur.

Basílica de Sacré-Coeur

Basílica de Sacré-Coeur

Quarto dia – Palácio de Versalhes

Este dia foi reservado para visitar apenas o Palácio de Versalhes que dura o dia todo. Considerado um dos maiores do mundo, o Palácio de Versalhes possui uma estrutura surpreendente. É um dos pontos turísticos mais visitados de França e recebe em média oito milhões de turistas por ano. Foi construído pelo rei Luís XIV, a partir de 1664, e foi por mais de um século modelo de residência real na Europa.

Você pode ler aqui todo nosso post que fala sobre a visita ao Palácio de Versalhes e as diversos locais para visitar.

Palácio de Versalhes

Palácio de Versalhes

Quinto Dia – Montmartre, Espaço Dalí

Durante a visita à Basílica de Sacré-Coeur, achamos a região de Montmartre muito interessante. Este bairro já foi boêmio e um ponto de encontro importante de artistas e intelectuais. Modelos, bailarinas e pintores como Monet e Van Gogh frequentavam o lugar. Hoje, as suas ruas estão cheias de artistas, turistas e vendedores ambulantes: local perfeito para passar um domingo e conhecer melhor este bairro tradicional da cidade. A maior concentração de artistas de rua e artesanatos fica na Place du Tertre.

Montmartre

Montmartre

 Montmartre

Montmartre

Enquanto percorríamos o bairro, uma placa com a inscrição “Espace Dali” chamou a nossa atenção. Seguimos as direções desta placa e demos de cara com um museu dedicado ao artista surrealista. O espaço possui mais de 400 obras surrealistas de Salvador Dalí: pinturas, esculturas, litografias e desenhos do período que o artista esteve na França.

Você pode ler aqui todo nosso post que fala sobre a visita ao Espaço Daí e algumas das obras existentes no museu.

Espaço Dalí

Espaço Dalí

Vale a Pena ir para Paris?

Vale muito a pena ir e voltar muitas vezes para Paris. Ela é culturalmente muito rica e, não importa onde você está, sempre terá algum monumento ao seu redor para admirar. Paris é também uma cidade mais romântica e não é o destino principal dos mochileiros que viajam sozinhos. Mesmo assim, é parada obrigatória quando estiver em uma viagem pela Europa.

Faça suas reservas com a gente!

 

Faça suas reservas clicando nos links dos nossos parceiros. Você não vai pagar nada a mais por isso e o blog ganha uma comissão para continuarmos trazendo novos conteúdos e é uma ótima maneira de retribuir as informações que você obteve no blog. Todos ganham!

1477164494_city Reserve seu hotel pelo Booking.com

1477164553_car Alugue seu carro com a RentCars

1477164568_add Adquira seu seguro viagem com a Real Seguros

1477164715_camera Reserve seus tickets para atrações pela Ticket Bar (EUA e Europa) e com a DayTour4u (Argentina, Colombia e Uruguai, e Brasil)

1482250327_mobile Compre câmbio com Melhor Câmbio

1482250327_mobileCompre seu chip com a EasySym4U

1477164599_editdocument Quer um roteiro de viagem pronto? Conheça a coleção 3 Days Anywhere

Você precisa fazer uma reserva de hospedagem?

Me encontre

Erick Stengrat

Sou formado em Química pela USP, trabalho com Desenvolvimento de Embalagens e também sou responsável pelo conteúdo do blog my Destination Anywhere. Adoro viajar para destinos isolados, mas também não dispenso uma cidade grande. Já pisei em 11 países e só penso em aumentar a lista.
Me encontre

Tire sua dúvida ou faça um comentário legal =)